Projetos de Cooperação

O CEPRA tem sido convidado a participar em projetos de mobilidade de formandos em formação inicial e de formadores, com parceiros da Bélgica, Espanha e França desde 2008, no entanto a participação do CEPRA como entidade promotora em projetos europeus é bastante recente.

Em 2012 o CEPRA viu aprovada a candidatura do projeto INOFA – Inovação na Formação Automóvel, projeto de mobilidade para formadores no âmbito do programa Leonardo da Vinci. Face a exigência tecnológica e organizacional do setor da manutenção e reparação automóvel, este tipo de projetos permite explorar novos modelos pedagógicos e novas exigências técnicas. A partilha de experiencias com outros Centros de Formação Europeus, promove a reflexão interna, resultando na melhoria contínua dos processos de aprendizagem utilizados no CEPRA.

Em 2013 decorreram parcerias para a mobilidade de jovens e formadores no âmbito do programa Leonardo da Vinci, com parceiros da Bégica, França e Espanha.

O projeto Mechlab, que decorreu em 2014 em parceria com a Bélgica teve como objetivo o estudo de soluções tecnológicas para a implementação no CEPRA de um laboratório de autotrónica.

Em 2015, 2016 e já em 2017, têm decorrido projetos de parceria de mobilidade de formandos, e já no âmbito do programa ERASMUS+, com a Roménia, Bélgica e França.